@2016. gigibarretoestudio© Todos os direitos reservados

Prêmio de Cultura

Prêmio de Cultura do RJ, Parque Lage, 2014    

Direção: Rafael Dragaud     

Cenário e Expografia: Gigi Barreto   

Iluminação: Rogério Emerson Magalhães

Memória, Identidade e Afeto. Essas três palavras foram ponto de partida para compreender o que reúne, em um só lugar, as manifestações culturais genuinamente cariocas – jongo, poesia, rezadeiras, folias de reis, música, dança, teatro, caxambu, escultura, circo etc.. Daí surgiu a ideia de enlaçar o Parque Lage com 16 mil metros de corda vermelha e ornamentá-lo com imensas mandalas tecidas nesses fios (como um croché), o círculo perfeito, sem começo, nem fim, assim como as origens das diversas expressões da identidade carioca. Esta cenografia gerou um cordão umbilical infinito que buscava envolver, ocupar, registrar, agregar a multiplicidade e, ao mesmo tempo, visualizá-la dentro da unidade da terra de origem.