@2016. gigibarretoestudio© Todos os direitos reservados

Portátil

Teatro, Teatro Sesi - Mg, 2015     
Direção: Bárbara Duvivier   
Cenário: Gigi Barreto     
Iluminação: Felipe Lourenço     
Figurino: Gilda Midani

Portátil é o primeiro espetáculo teatral da Cia Porta dos Fundos. A partir das histórias de vida de uma pessoa da plateia, os quatro atores construíam as cenas em tempo real, sempre tendo como mote os temas: O pai, A mãe, Presente, e Encontro. Gigi Barreto criou um fundo infinito, onde não se esgotavam as possibilidades da peça, e ainda trouxe um elemento cênico de forte dramaticidade: cadeiras. Desenhadas por ela e construídas somente com arestas, estes objetos transformavam-se nas surpresas que apareciam em cada apresentação. Em folhas de radiografias, a cenógrafa recortou de próprio punho as palavras dos quatro temas que compunham a estrutura dramatúrgica do espetáculo, e estas chapas, acopladas como gelatinas aos refletores, geravam projeções no fundo infinito, situando o espectador do momento de cada cena.